O Município de Praia Grande localiza-se no Extremo Sul de Santa Catarina. A divisa do Município é constituída através dos rios: Mampituba (divisa com RS); Leão (divisa com o Município de Jacinto Machado SC e a borda da Serra Geral Cambará do Sul (divisa com RS); Latitude 29º 11 48 longitude 40º 57 01W em uma superfície de 295 Km quadrados. Está distante 300 Km da capital, Florianópolis, aproximadamente 3,5 horas.

A temperatura média anual é de 19 graus e o índice pluviométrico é de 1400 a 1600 mm/ano.

Nos Canyons existem nevoeiros que pairam no encontro das paredes, coroando com nuvens cinzas a borda do Planalto. É comum chover somente dentro dos Canyons.

A principal bacia é do rio Mampituba, que é a junção dos rios dos
Canyons e vales que formam o rio principal. Hoje, tem o nome de Mampituba. Era chamado pelos índios que habitavam a região de Mboi petyba (rio com abundância de serpentes). Este rio se estende por aproximadamente 30 Km até o encontro com o mar, nos molhes de Torres-RS e Passo de Torres-SC.

A cidade está situada aproximadamente à 45 metros acima do nível do mar. O Município se estende de 25 acima do mar até 1000 metros acima do nível do mar, divisa com o RS (borda da Serra denominada de Aparados da Serra).

A região de Praia Grande mostra os derrames de basálticos do jurássico Superior, datando aproximadamente 137 milhões de anos, sobrepondo-se ao Arenito Botucatu que, no encontro com o basalto, está aproximadamente 150 metros acima do mar, formando montanhas arredondadas, que há 225 milhões de anos eram dunas de areia. Os rios, por iniciarem na parte superior da encosta da Serra, descem rapidamente formando corredeiras e cachoeiras esculpindo o basalto, empurrando os blocos que se deslocam das paredes para a parte baixa da serra, formando os Canyons e um enorme espraiado de seixo de basalto.
    pmpg1.jpg (14623 bytes)
Aqui no Município ainda voa o tucano, a gralha azul, os papagaios e os gatos selvagens, como o puma, ainda caçam nas encostas da Serra e bordas dos Canyons, as cotias, os veados, os peixes de água limpa e transparentes, pintadas e lambaris. O rio continua com abundância de serpentes, as lontras ainda mergulham nas piscinas naturais.
 
Devido a importância da preservação do meio ambiente, existem aqui no Município, dotado de excepcional natureza, unidades de conservação, Parques Nacionais: Aparados da Serra e Serra Geral, destinando-se a fins científicos, culturais, educativos e recreativos, sendo de propriedade pública e administrado pelo IBAMA.

Existe no Município o que restou de mata Atlântica no Sul de Santa Catarina. Muitos pontos destas matas estão vigentes pelo terreno que se encontram. Também se encontram no Município, campos de altitude, mantinha nebular que é regada constantemente pelo nevoeiro que se forma no alto das paredes rochosas dos Canyons.

Existem, aproximadamente, 7747 habitantes no Município, que vivem da agricultura, indústria, comércio e turismo: surgindo o turismo e a agroecologia como pontos que se fortificam no Município.

A cidade é rodeada por Canyons que são atrativo maior e são visitados o ano todo. Nas festas populares como o Bóia Cróss no mês de março, o rodeio também no mês de março e a festa de São Sebastião em janeiro, são comemoradas com ânimo por todos da comunidade e visitantes do Município.
    
HISTORIA

A Colonização iniciou-se no ano de 1890 por portugueses vindos de São Francisco de Paula e Taquara no RS e era conhecida como Roça da Estância, devido que muitos fazendeiros necessitavam de produtos agrícola que não se adapta ao clima da serra, descendo as encostas para plantar. Como era trilha de tropeiros, que ao descer e subir a Serra , levando mantimentos e muitos tipos de mercadorias, para a venda, troca ou mesmo para a reposição nas fazendas da serra e praias do litoral RS e SC, logo se deu o nome de Praia Grande. O rio do Boi, saída do Canyon itaimbé, que avistado do alto da serra mostra seu pequeno curso de água e uma enorme praia de pedras de basalto que se originam de dentro do Canyon itaimbé e rolam em direção do mar, formando uma praia grande de seixos rolados, cinza e verde. Em 1916 à 1917 iniciou a fundação de algumas famílias pioneiras, como a de Abel Esteves de Aguiar, abrindo estradas, trazendo energia e construindo casas fixas.

Telefones Úteis: DDD (48)
Pref. Municipal:3532-0132
Colégio Est. Bução Viana: 3532-0035
Polícia Civil: 3532-0126
Polícia Militar: 3532-0190
Rodoviária: 3532-0134
CASAN: 3532-0291
Hospital: 3532-0139
Principais Distâncias:
Porto Alegre..180 km
Florianópolis..300 km
Curitiba..583 km
Torres..30 km
Sombrio..37 km
Criciúma..100 km
Araranguá..60 km


Conheça a Praia Grande dos Canyons, dos rios, corredeiras e poços, os vales e escarpas da serra, as montanhas, as trilhas dos tropeiros. Venha desfrutar da natureza, sempre respeitando o natural existente aqui. Seja bem vindo e BOA VIAGEM em sua vida inteira. Sãos os votos da Praia Grande, a cidade dos Canyons.

Os acessos ao Município são BR 101, via São João do Sul-SC pavimentada SC 450; Jacinto Machado-SC, estrada de chão SC 483; Mampituba-RS, estrada de chão.

Site

Dados do município

Microregião: Microrregião do Extremo Sul Catarinense
Área: 278,576 km²
Área urbana: 24 km²
Área rural: 2837 km²
Data de criação: 21/06/1958
Data de instalação: 19/07/1958
Data de comemoração: 19/07
Lei de criação: 348 - 21.06.1958
Município de origem: Turvo
Altitude: 45 m
Latitude: 29°11\'48
Longitude: 49°57\'01
População: 7069 habitantes (5055 eleitores)
PIB: 42,46

Dados da prefeitura

Prefeito: João Jose de Matos
Vice: Itamar Antonio Ferrigo
Endereço: Rua Irineu Bornhausen, 320
Bairro: Centro
CEP: 88990-000
Telefone: (48) 3532-0132
Fax: (48) 3532-0132
E-mail: adm@praiagrande.sc.gov.br
Website: http://www.praiagrande.sc.gov.br